C   redit
É um pouco complicado quando vamos explicar sobre o amor. Fica um pouco confuso, alguns dizem que dói, outros dizem que amor não existe e outros dizem que sem amor não da pra viver. Vamos dizer que isso é uma contradição ou um senso comum da sociedade: todos pensam igual sobre o amor. O amor é confuso, bipolar, burro e idiota, mas muita das vezes ele é guerreiro, traz felicidade, paz e calmaria. O amor é cheio de incógnitas que nunca se resolverão, ele parece até gostar de ser confuso só para ferrar todos nós. Amor é um tanto quanto complicado, nunca iremos entender um quarto do amor. Eu sei que agora o que eu estou tentando dizer esta ficando confuso, mas é que quando se trata de amor tudo fica confuso, tudo fica embaralhado. Quando amamos nos sentimos diferentes, nos sentimos um quebra cabeça que só vai ser bem montado por apenas uma pessoa. No caso do amor, essa pessoa que pode te montar é por quem você se apaixonou. E, por incrível que pareça, está pessoa sabe te montar direitinho como nem mesmo você sabe. Ela te monta e aos poucos vai te decifrando, vai te conhecendo, vai te descobrindo. Muitas vezes essa pessoa se enjoa de você e vai embora com motivos ou sem motivos. Outras vezes ela fica e te deixa montar o quebra cabeça que ela é. E sabe por quê? Porque essa pessoa se encantou com o seu jeito de ser, se fascinou com você, essa pessoa se apaixonou por você, essa pessoa te ama do mesmo jeito que você a ama. E, então, é nessa hora que você entende como o amor é complicado e, ao mesmo tempo, tão descomplicado. Ele te enche de alegria, de paz, de felicidade. Mas também te enche de confusão, de tormento, de preocupação, de medo e mais medos. Medo de ficar sem a pessoa, medo de não ser mais amado, medo de ser rejeitado… Você passa a viver só pra pessoa e se esquece de você. E então só tem duas escolhas, ou você sofre; ou então você acaba descobrindo o quanto que o amor é bom. Quem disse que o amor não existe? Engana-se e muito quem diz que ele não existe. Só diz isso quem nunca amou, nunca descobriu o quanto que o amor faz bem - e mal - ao mesmo tempo. Só diz que amor dói aqueles que não são correspondidos. O amor é complicado, eu sei, mas ele é a chave de tudo. O amor é como a chuva em tempo seco, é como a brisa que refresca no verão, é como um remédio que alivia a dor e um abraço que diminui a saudade. O amor é aquilo que temos medo e ao mesmo tempo sonhamos, como o futuro. Mas de que adianta ter medo do que nos faz feliz? É preciso enfrentar o medo, mesmo que o amor às vezes doa e às vezes seja difícil. Devemos nos entregar e ser feliz, porque o amor é tudo, mesmo quando parece ser nada.
A nostalgia bate em sua porta e sem convite se instala em seu coração, fazendo-te delirar em meio a recordações dolorosas de um passado que se nega a relembrar, mas que no fundo, bem lá no fundo, escondido atrás das mágoas um desejo proibido há; desejo de que se torne realidade, de que este passado se torne parte do seu presente, faça parte de sua vida feliz, novamente. Difícil é se tocar que nada que faça o traz de volta. Difícil é admitir que tudo acabou, se foi como pássaro em inverno à procura de verão. Vida monótona, pacata e sem dor é essa que não se vive do hoje, e sim do ontem, ante-ontem, mês passado… Vive do que poderia ter sido apagado pelas novas e contagiantes lembranças, mas que é mais forte a vontade de viver o que já se viveu, é mais árdua, e tudo aquilo vêm como uma facada no coração, uma dor de que apenas nostálgicos sabem falam. Dor essa que não é fácil de lidar. Mesmo sabendo que o amanhã poderá ser bem melhor, nada me tira o medo de continuar a mesma coisa, que por ironia do destino sempre continua. Nostalgia essa que vem sem nem ligar para o estrago que pode fazer em sua vida, vem sem hora marcada, sem dia, apenas aparece para me fazer lembrar de tudo que eu não sou hoje, tudo o que eu não quero hoje, tudo que deveria ficar no passado. É, eu mudei muito, mas mesmo sabendo disso não deixo de sentir saudade do passado, que por sinal era muito mais interessante do que minha vida hoje em dia. Quem sabe invés de recordações eu pudesse revive-los tudo novamente, poder ter cada segundo à tona. Talvez tudo estivesse diferente agora, ou daqui pra frente o seja.
Eu queria que tivesse terminado diferente. Aliás, nem sei se acabou; nem sei ao mesmo dizer se estamos no começo, no meio ou no fim de uma nova história, mas seja lá o que for, eu não quero. Não quero pra mim. Chega! Eu fui atrás, tentei. Tentei dar o melhor de mim enquanto você só falava o necessário comigo, e olhe lá quando falava, passava por mim, ficava do meu lado e só fingia que eu era só mais uma na sua vida. E quando estava com os seus amigos, me ignorava, como se eu fosse uma Zé ninguém, como se eu fosse uma desconhecida, como se você nunca tivesse me visto na sua vida. Esse lance que nós tivemos acaba aqui, eu cansei de ter que me esforçar, de insistir tanto em algo que eu mesma sei que não vai render em nada, que não vale a pena. Já sofri com isso e cansei de ser idiota, cansei de correr atrás de quem não merece, já chega pra mim. Quem sabe um dia você vai perceber o que eu fui na tua vida e pensar em correr atrás, mas ai meu filho, já vai ser tarde demais. O suficiente pra eu estar começando uma nova história com um novo alguém, que dessa vez eu escolherei muito bem. Só peço desculpa pelas vezes que perdi a razão no meio daquelas brigas idiotas, mas depois de todas as vezes que você me mandou embora eu tive que ter um lugar pra voltar, encontrei esse lugar em mim. Lembro que uma vez ouvi alguém dizer que antes de você amar alguém tu tem que amar á si mesmo e também não deve procurar alguém pra te completar, você tem que se completar sozinho. E ai cara se fodeu porque agora eu me completei.
Ontem eu senti sua falta. Mas depois de tanto sentir sua a falta e não te ter mais por perto, acordei para vida. Você não iria mais voltar e nem me ligar dizendo “Oi amor, tô com saudade”. A dor que eu senti enquanto ainda te queria o tempo levou. A lucidez me invadiu por inteiro e então percebi que eu te amei e esqueci de me amar. E que por mais que o amor seja emoção, também é necessária a razão para manter uma relação feliz e próspera. E entre nós, meu bem, a emoção foi consumida pela falta de razão. Ontem dormi pensando em você como sempre, porém acordei essa manhã pensando em mim. De você apenas uma vaga lembrança, de mim, um amor que arde em chamas. Agora penso em como faço para ser feliz, seguir em frente, curtir a vida, pensando em mim antes de tudo, no que sentirei, sem me preocupar muito com o resto. Isso só fode com o psicológico das pessoas, e o meu esta todo fodido. Você o fez. Você fez questão de pisotear em cima do meu coração e o deixou a beira mar. Fuja com seu orgulho de merda, seja feliz, pois eu vou. Você agora é parte da empoeirada prateleira, você se esvai pelos vômitos depois da bebedeira, você é a sujeira que é posta debaixo do tapete. Nada que eu possa me vangloriar por ter tido, pois você não merece ser mostrado como a jaqueta nova que comprei. Você não merece nada do que eu lhe dei, muito menos todo o amor que fiz questão de lhe depositar. Mas tome, meu coração é teu. Leve você e suas lembranças, arranjo outro desinfectado de hipocrisia. Por todas as noites em claro esperando alguma preocupação sua, alguma mensagem, algum telefonema, tem uma hora que cansa, sabe? Percebi de uma vez por todas que eu sou bem mais forte do que eu imaginei que fosse, percebi que posso caminhar sozinha sem ter que dar as mãos pra você para me guiar, e agora, novamente pude sentir o gosto adorável que a liberdade e a calmaria das minhas noites de sono tranquilo podem ter. Hoje eu sai, coloquei a melhor roupa que eu tenho, peguei meu iPhone coloquei na minha música favorita e sai meio sem rumo, apenas para me distrair e me livrar de vez daquela sensação terrível na qual você havia me deixado e no final da esquina eu te vi, provavelmente bebendo minhas lembranças, bebendo para tentar esquecer de todas as vezes em que me deixou em casa chorando sem ao menos se preocupar e principalmente porque duvidou que um dia eu me cansaria e seguiria meu caminho, só que agora, sozinha. Você se enganou quando pensou que eu ainda me derreteria aos seus pés depois de tudo. Hoje você é a pedra da qual eu chutei longe do meu caminho, e que ficará pra trás, sem mais me atrapalhar.
Where are you? And I’m so sorry, I can not sleep, I can not dream tonight. Ultimamente essa música me vem na cabeça e automaticamente você vem junto. Fiz uma promessa de que não iria atrás de você, mesmo que doesse, mesmo que acontecesse algo pior, não iria e ponto. Me tornei uma pessoa orgulhosa por sua causa. Com isso eu aprendi a me valorizar mais, a me respeitar mais. Agora eu não vou atrás das pessoas, elas que venham até mim. Me tornei uma pessoa melhor pra mim e para os outros, me coloquei em primeiro e os outros eu deixei por segundo. Fui ser feliz por conta própria, e não volto mais. Passei tempo demais vivendo pelos outros, me deixando de lado. Foi muito tempo jogado fora me importando e fazendo de tudo com quem não tinha a mínima importância comigo. Eu me machuquei demais tentando ajudar os outros. Eu me matei pra fazer os outros viverem bem, agora chega! Já deu, cheguei no ápice do meu sofrimento, da minha dor. Eu percebi o quão tola estava sendo, percebi o que eu deveria ter percebido a anos: que eu deveria me amar mais. Mas era amar com força, me apaixonar por mim mesma, era isso que faltava. Eu sabia que ser boazinha demais iria me machucar. Não quero mais viver assim, eu quero me ver bem acima de tudo. Não estou me importando tanto com os outros, estou começando a olhar pra mim primeiro. Ver se estou bem, se preciso de alguém, essas coisas sabe? Chega de me preocupar com os outros, sendo que ninguém se preocupa comigo. Me sinto melhor assim e isso é o que importa. Agora vou sair, vou vestir minha melhor roupa, meu melhor sapato, passar maquiagem e ficar linda. Vou sair e me amar, vou me valorizar, vou ligar pras minhas amigas e fazer uma festa, vou viajar, vou aproveitar minha vida. Agora que acordei nada vai me parar, sou uma nova pessoa, uma pessoa que se ama, que se entende, que de todas as formas vai tentar ser feliz, uma pessoas que te esqueceu de vez, uma pessoa que esqueceu do mundo pra viver e não se importar com nada. Daqui pra frente vai ser assim: vivo por mim e os outros que tomem conta de si mesmo.
"Sou uma metamorfose ambulante" como dizia o Raul seixas. Sou totalmente difícil de entender, difícil de acompanhar. Sou cheia de gostos e manias, e a maioria é estranha. Sei que existem pessoas com mais magoas e decepções do que eu, mas cada um sabe a dor que trás no coração. Meus sentimentos nem sempre são taxados como bonitos, são mais para confusos e doloridos. Eu sou dolorida, minha alma inteira é. E não porque eu quis, é porque a vida quis assim. Minha alma dói só de pensar em que eu poderia ter vivido várias outras coisas, poderia ter escolhido vários outros caminhos, mas sempre me ferrei nas escolhas. Sempre fui fraca por dar minha cara a tapa para vida. Sofri, chorei e ainda o faço. Ainda o sofro como antes, nada passa assim de um hora pra outra e essa dor permanecerá comigo mais tempo do que eu imaginava. Pessoas ainda continuarão sem me entender e eu sem entende-las, sem saber o porquê ninguém gosta de mim. Ninguém gosta desse meu jeito! Sei que de uma forma ou de outra eu só estou tentando ser eu mesma, mas não sei como. Tento me entender, juro que tento, mas não consigo, me sinto perdida em meus sentimentos, me sinto sem saída quando o assunto é eles. Tudo o que eu mais queria era mudar, ser uma pessoa melhor, menos confusa, menos problemática, menos sensível, sabe? Acho que não me entendem. Mudo de opinião de dois em dois segundos. Às vezes me acho estranha por ser assim, mas logo penso que é melhor. Eu sou idiota por pensar desse jeito. Construí esse mundo de dor e solidão, e continuo insistindo em viver. Deixei minhas dores serem maiores do que minhas alegrias. O mundo lá fora pode me compreender mas isso iria me tirar da minha zona de “conforto”, muito mais fácil espalhar por aí que ninguém me entende do que tentar ser entendida. Não precisa ser inteligente para perceber que o mundo lá fora é muito melhor que esse mundinho em que vivo. Sou idiota, e do pior tipo, sou uma idiota depressiva. As pessoas são felizes quando deixam suas alegrias se sobressaírem a suas tristezas. Sejam idiotas, façam coisas estúpidas, tenham histórias para contar, tenham momentos de felicidade. Enquanto eu me tranco no meu castelo de mentiras, dor e solidão”
Sei que essas coisas de amor a distância são bem clichê e eu sinceramente havia me convencido de que isso tudo não existe, mas você me fez pensar de um modo diferente em relação a isso. De algum modo você me deixa feliz e triste ao mesmo tempo e, eu nunca quis estar perto de alguém assim como sinto essa vontade louca de estar perto de você. Mas como todos os outros amores a distância que já tive, isso nunca será possível, não é? Esse romance vai ser só mais um daqueles que vai marcar minha vida e depois me cortar em mil pedacinhos. Será que isso pode dar certo? Será que podemos ser diferentes, podemos ser felizes juntos? Eu gostaria de poder ficar do seu lado, aquela coisa bem clichê de que “não existe distancia que nos separe”, porém, será que é assim? Será que fomos feitos para ficarmos juntos? São tantas perguntas que me deixa com vontade de jogar tudo pro ar e ir atrás de ti, fugir de todas essas interrogações, correr até seus braços e acariciar seu rosto. Isso tudo é tão perfeito, mas parece que só pra mim. Parece que apenas eu luto pra quebrar essa distância que nos separa, apenas eu ponho o martelo pra funcionar à fim de ter você por perto. Queria sentir seu beijo, queria ter o direito de tocar os lábios. Queria te abraçar, ser o seu mundo, nem que fosse apenas por uma vez. Queria ver um filme com você, ouvir a playlist do seu iPhone ao seu lado. Queria te ver, te sentir, te fazer sorrir e queria poder dormir em seus braços. Mas é só tortura. Estou me sentindo esgotada, preciso que você venha logo pra perto de mim. Eu consigo imaginar perfeitamente nosso futuro juntos, da até pra imaginar como vai ser nossa vida toda juntos, nossos dias, nosso casamento na praia, nossa casa, nosso quarto, nossos filhos, nosso cachorro, nossas viagens, nossos fins de semana sem sair da cama, nossos planos e sonhos virando verdade, nossas manias, nossos exageros, nossas brincadeiras tão bobas, nossos medos e certezas, nosso simples, nosso cuidado um com o outro, nossas manhãs caminhando no parque, nossas tardes vendo o por do sol, nossas noites de jantares românticos e madrugas juntos, nossas surpresas, nossos netos correndo pela casa, nossas alegrias e felicidades, nossa festa de 50 anos ou mais anos de casados, nosso amor crescendo e se tornando cada vez mais incondicional um pelo outro. Eu vivo imaginando tudo isso para nós dois. Só falta você mostrar que também consegue ver, que enxerga o nosso futuro. Sei lá, rema junta comigo, mostra que também não quer afundar, bota fé que a gente chega até a terra firme. E não desiste disso não! Não dê de ombros para todo o nosso amor. Pega o martelo e quebra junto comigo essa distância que tira seus lábios dos meus.
Sabe, eu pensei que não te amava mais, nem pensar em você eu pensava, até te reencontrar. Meu coração não acelerou, parou. Meus olhos brilharam, senti uma tempestade se formando dentro de mim, você sorriu como se nada tivesse mudado, como se não tivesse passado meses desde a ultima vez que te vi e, todo o amor que sentia não mudou nada, estava apenas escondido debaixo da dor. Estava apenas entre as poeiras debaixo do tapete do meu coração, e assim que te vi, tudo isso saiu à tona. Você empoeirou toda a minha vida novamente, foi difícil limpar assim que você saiu esparramando tudo e agora, não sei se consigo fazê-lo novamente. Que raiva! Eu não quero fazer isso novamente, viver toda essa bagunça outra vez, mas quando te vi sorrindo conversando com seus amigos eu não quis lutar contra as borboletas que insistiam em fazer um furacão dentro de mim. Não hesitei em deixar o amor me completar como antes. Eu quero dizer outra coisa, mas só o que consigo falar é: volta pra mim! Seja meu por mais uma vez, traga seu sorriso pro meu mundo novamente, não quero um dia a mais longe desse seu cheiro que me impregna e faz te querer mais e mais. Pensei que já havia te esquecido mas, quando fui ver, todo o amor que eu tinha ainda estava todo ali, impecável. Não quero viver assim, minha vida sem você é horrível, eu acordo com o coração apertado todos os dias só de saber que não vou poder te ver, te abraçar, te sentir, nem beijar tua boca. Vem pra mim, me fazer feliz como fazia antes, tô morrendo por dentro, não sei mais o que fazer, carregar essa dor está me corroendo por inteiro. Eu preciso de ti. Pensei que não precisava, que poderia viver sem você, que meu amor tinha acabado, mas não. Eu ainda te amo, ainda te quero, ainda te preciso. Te ver só provou que eu não te esqueci, eu não te superei apesar de tudo, eu ainda espero e clamo por ti. Porque viver sem você não é fácil, dói - e muito. Por isso que eu fingi todo esse tempo que te esqueci, menti pra mim mesma dizendo que não te amava mas a verdade é que por mais que eu acredite nessa mentira o meu coração no fundo sabe que é tudo fingimento. Por isso te peço que volte! Porque apesar de tudo, eu não te esqueci. Apesar de tudo, eu te amo e sempre irei amar. Porque uma parte de mim pode viver sem ti, pode superar um pouco a dor que tua ausência me traz, pode fingir que está tudo bem, mas a outra, sempre irá te amar e te esperar.
I will love you ‘till the end of time. Ketlen, Ruan, Clara e Amanda in Abomináveis.
E nada do que eu possa escrever aqui vai traduzir o que sinto por você. Nada do que eu possa escrever vai transmitir o que é te olhar nos olhos te ver sorrir, o que é te beijar e sentir os problemas se esvaindo aos pouco até restar apenas eu e você - e o nosso amor. O que sinto por você é tão forte, tão leve, tão intenso que nenhuma palavra, frase ou texto vai transmitir verdadeiramente o que eu sinto. Nem eu sei ao certo o que é, muito menos você é capaz de imaginar. Simplesmente você me conquistou por completo, estou totalmente presa a esse amor, a você. Eu te amo verdadeiramente. Tenho até medo do que esse amor é capaz de fazer comigo, pois eu estou completamente louca por você. E não me importo nenhum um pouco! Sou capaz de tudo pra te ver sorrir. O amor tem lá seus mistérios, seus meios doidos de fazer as coisas darem certo. Ou não. Seja o que for, vou fazer de tudo pra gente dar certo, para que a nossa história nunca acabe. Para que seja eterno tem de haver colaboração nas duas partes, não adianta um amar por dois, temos que unir nosso amor, temos que enfrentar o que as pessoas vão dizer para frente. Não pode ser qualquer coisinha que irá nos abalar. Não é uma crise de ciúmes que vai fazer nosso amor se esgotar. Esse lance de amor não é tão fácil quanto muitos dizem por aí. Amor é algo delicado, que te faz sentir todos os sentimentos possíveis de uma só vez. Mistura de “te odeio” com “te amo”, “quero te dar um soco” com “vem aqui que eu quero te beijar”. Essa confusão que o amor cria dentro de nós é algo bonito, que me faz ter a certeza de que é você a pessoa certa. E é essa certeza que eu quero carregar comigo a todo momento. Eu quero poder confiar em você de olhos fechados, afinal uma relação sem confiança não vai a lugar algum. Eu estou me atirando de cabeça nesse grande amor, porque sei que você é o único de quem eu preciso, o único que eu amo, e mais importante: você é único para mim. Então se for me fazer chorar que seja de alegria. Não teremos um final feliz, porque isso é coisa de filme. Nós seremos felizes a vida inteira. O café da manhã estará na mesa, já é de tarde e ainda não levantamos, mas não importa! Na verdade, o que importa? Temos um ao outro. E hoje é domingo. Hoje é segunda. Hoje é o dia que nós escolhermos, hoje é o que queremos que seja, nós. É isso que eu quero, isso que eu espero daqui pra frente. Amor incondicional. Como as rosas do jardim que não murcham, ou pássaros que fazem suas casas, amor que não se mede. Você é todo aquele clichê do qual eu não queria, mas de você eu quero! De você até injeção na testa, correr nos cem mil metros da maratona ou volta ao mundo e oitenta dias. De você, por você, pra você, não há limites. Infinito. Meu amor. O nosso. Aquele que eu quero viver. Aquele que eu quero lembrar como a coisa mais incrível que me aconteceu. Nesse mundo injusto, onde não se pode acreditar na felicidade, nós mostraremos que é possível, nosso amor pode destruir os pesadelos, basta acreditar que ainda resta algo bom em meio ao caos. Vem meu amor, vamos provar que o clichê pode sim virar realidade. Mesmo com defeitos, manias ou medos, vem meu amor, porque andorinha sozinha não faz verão.
Cuida dele, por favor, te imploro. Ele foi, e continua sendo uma das pessoas que eu mais me importo, e vê-lo ir me partiu ao meio. Vou te dizer algumas coisas sobre ele, posso? Ele é marrento, sabe? Teima com tudo, sempre quer amar mais, sempre quer mais em tudo. Ele vai querer sua atenção toda pra ele. E nunca — nunca mesmo — comparei ele com amigo, ex, nem outra pessoa que vier a sua mente. Ele é ciumento, e vai ficar com um beiço maior do que criança quando estar prestes a chorar, e quando isso acontecer, fale que está brincando e dê um beijo nele, mesmo que ele não queira. No fundo ele só quer que você seja dele. E quando ele falar que você está bonita, só concorda, se você discordar ele vai se estressar, porque ele diz que as mulheres só discordam quando os homens falam que elas estão bonitas para que eles aumentem o ego delas, e ele acha isso ridículo. E se ele te mandar mensagem, responda-o em imediato, ele odeia ser ignorado. Ele odeia que negue as coisas para ele, sim, como eu disse, ele é marrento. Se você negar, boa sorte, ele vai passar uns dois dias super estranho com você. Ele odeia quando a menina se maquia demais, ele acha que uma menina precisa mostrar a beleza natural dela e não se mostrar uma Barbie como o resto do mundo. Ah, uma coisa muito importante: nunca pense em falar das ex dele, ele se irrita muito, e não é por gostar ainda delas, não mesmo, ele fala que se está com você hoje é porque quer e se quisesse alguma ex não teriam terminados e mesmo que você tenha contra-argumentos, não use-os, pois você só estará causando uma briga feia. Sempre ria das piadas dele, mesmo que sejam sem granças, ele gosta disso. Seja alguém que o ame da mesma forma que eu o amei. Seja alguém que não enjoe de ser um alguém pra ele, mesmo que isso dure apenas um tempo. Não é tão complicado assim ama-lo da mesma forma que eu tentei amar. Eu sei que não. Cuide dele por mim, viu?! Faça dele o homem mais feliz. E por favor, não o deixe se sentir sozinho ele odeia isso. Espero que você seja o melhor pra ele, pois me parece que eu não conseguir ser.